APEP promove comunhão de líderes há três décadas

A Associação de Pastores Evangélicos da Paraíba (APEP) tem sido bênção para a igreja local e para os seus líderes ao longo de 30 anos.

Pelo menos três gerações de pastores da região metropolitana de João Pessoa mantém comunhão, uns com os outros, por meio das ações promovidas pela APEP. Essa unidade acontece desde a fundação da entidade, em 04 de janeiro de 1993.

Foi pensando nessa memória e na harmonia da igreja evangélica na Paraíba que a atual diretoria da Associação agendou uma séria de ações para 2023.

Em 24 de fevereiro, a APEP promoveu café da manhã seguido de culto memorial, em um luxuoso hotel, na orla da capital, para celebrar a data e prestar homenagem aos seus membros fundadores.

A razão deste acontecimento visa reafirmar a missão precípua da APEP…

“A razão deste acontecimento visa reafirmar a missão precípua da APEP que tem sido promover a unidade da igreja de Cristo e dos seus líderes”, afirmou o presidente do órgão, pastor Luciano Paiva, ao insinuar que aquele momento era muito especial – uma comemoração em família.

A programação teve duração de duas horas. O decano pastor Tomaz Munguba, ao fazer uso da palavra, exortou os colegas de ministério para que se mantenham autênticos no estabelecimentos de suas prioridades: Deus, família e Igreja. Em seguida ele recebeu concessão de certificado de honra ao mérito como sócio fundador e ex-presidente da APEP, compondo uma lista de quase 30 nomes homenageados nas categorias membro fundador, ex-presidente e in memorian.

“Essa lista consta de homens fiéis a Deus que exerceram o ministério com integridade, com caráter, não apenas com carisma, mas com o perfil de líderes que no seu tempo têm honrado ao Senhor”, destacou o diretor financeiro da APEP, reverendo Aguinaldo Melo, ao enaltecer o papel dos atuais líderes filiados da Associação e daqueles pastores que já partiram para a glória.

Pelo menos cinco nomes de saudosos pastores foram lembrados e tributados com homenagem póstuma, a saber: Antônio Almeida de Menezes; Jônatas Ferreira Catão; Manoel Miguel da Silva; Nelson Monteiro da Silva; e Sílvio Pinheiro de Oliveira.

Familiares dos agraciados receberam, emocionados, os certificados in memorian dos entes queridos . “Estou muito feliz por lembrarem do meu pai. Este momento me fez viajar no tempo e recordar o meu melhor amigo”, lembrou Jônatas Catão (Filho), com os olhos cheios de lágrimas, descrevendo os tempos em que ele fazia companhia ao pai nos eventos da igreja.

Nem todos os homenageados compareceram ao primeiro café da manhã da APEP, deste ano. Alguns moram em outros estados e no exterior. Mas, não tardou, eles receberam suas homenagens em 11 de março durante o Culto em Ações de Graças dos 30 anos da APEP.

A Igreja do Nazareno foi a anfitriã do evento que reuniu os pastores e suas esposas. Um dos homenageados foi o pastor Antônio Alberto de Souza Matos que reside atualmente nos Estados Unidos e lidera o ministério Freedom na Flórida. Ele foi o preletor e desenvolveu o tema: Ministério Pastoral – Servindo a Deus com integridade. Alberto e os pastores Aldenísio Avelino de Souza e Agnaldo Lopes da Silva receberam certificados como membros fundadores.

Um recorte na história da Associação de Pastores Evangélicos da Paraíba fechou o evento. O pastor Aguinaldo Melo apresentou um memorial iconográfico dos principais acontecimentos e de pessoas que marcaram a APEP ao longo de seus 30 anos.

.

Jornalista, autor, narrador e agora blogueiro.

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Site Footer